Um dos clássicos da administração estratégica, a análise SWOT é um conceito importante para as empresas enxergarem as áreas do negócio de uma maneira que ajude nas ações e estratégias.

Sua funcionalidade é bem simples de entender, é uma tabela de quatro quadrantes onde é listado: forças, fraquezas, ameaças e oportunidades da empresa. Quando traduzido para o português o termo pode ser encontrado como análise FOFA, mas quase não é utilizado.

Para te ajudar a compreender melhor preparamos algumas dicas importantes:

LEIA TAMBÉM: Já pensou em como ser empreendedor? Planeje-se!

Pense por esse lado:

A análise SWOT ajuda a definir como usar desses pontos para melhorar o seu negócio, ou seja, quando feito o estrategista pode utilizar as forças para alavancar as oportunidades e amenizar suas ameaças. Percebeu? São pontos importantes para melhorar os processos ajudando todos eles a caminharem para o progresso.

O que muitos não se atentam ao montar a análise SWOT é que a tabela pode ser dividida em duas partes: ambiente interno da empresa e ambiente externo.

Portanto, pense dessa maneira e determine as forças e fraquezas como ambiente interno e oportunidades e ameaças como ambiente externo, assim facilitará a construção da análise.

Agora que já definiu como começar as pesquisas para preencher corretamente a análise SWOT, saiba definir as forças, fraquezas, ameaças e oportunidades.

Forças:

O que em seu ambiente interno traz vantagens sobre os concorrentes? São esses fatores que vão determinar as forças do seu negócio. Pode ser uma localização privilegiada, uma marca com fabricação própria, dentre outros.

Fraquezas:

As fraquezas são aqueles processos internos da empresa que trazem desvantagens para os concorrentes. Pode ser um frete elevado, tempo de entrega, é sempre bom analisar com cuidado todos os seus concorrentes para definir a sua análise.

Ameaças:

Tudo o que pode trazer problemas para a empresa e que seja desfavorável é uma ameaça, sendo que não podem ser evitados. A crise do país acarreta em algumas ameaças, por exemplo. Para quem utiliza automóvel, o preço do combustível é uma forte ameaça para o negócio. Pense sempre em possíveis problemas externos que podem afetar o ambiente interno.

Oportunidades:

Para colocar as oportunidades em sua análise SWOT observe o cenário externo e veja o que pode ser favorável para o negócio. Para quem vende, por exemplo, a BlackFriday é uma grande oportunidade de elevar o seu lucro.

LEITA TAMBÉM: Conheça alguns hábitos de empreendedores bem sucedidos

Ambiente interno e ambiente externo:

Para compreender melhor, o ambiente interno são os processos que a empresa possui controle e consegue agir sobre ele. Já o ambiente externo a empresa não consegue controlar, como ambiente político, crises econômicas, juros, etc.

Entendeu o conceito e como utilizar a análise SWOT em seu negócio? Então coloque em prática! Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários que respondemos.

Exemplo: Análise SWOT

Exemplo: Análise SWOT

Posts Relacionados

Deixe um comentário