O desenvolvimento e a saúde financeira das empresas estão atrelados a diversos fatores, como gestão, recursos e equipe. E um dos quesitos de grande importância são os mecanismos adequados de financiamento para a manutenção do capital de giro (reserva de recursos para suprir necessidades futuras da empresa). Que tal saber um pouco mais sobre esse assunto? Neste post nós mostramos como definir o capital de giro.

Como definir o capital de giro

O capital de giro representa de 50 a 60% dos ativos de um negócio. O valor é influenciado pelo volume de vendas, compras, prazos de estocagem e pagamento a fornecedores, portanto está diretamente ligado ao fluxo de caixa. Uma forma simples e objetiva para calcular o capital de giro é: CG = AC – PC. Onde AC corresponde a ativo circulante (investimentos) e PC corresponde a passivo circulante (fontes de recursos).

erp em nuvem

Mas atenção: este é um modo superficial de descobrir o capital de giro de sua empresa. Para um resultado preciso, você deve manter relatórios detalhados do fluxo de caixa, acompanhar os lucros e estabelecer o tempo que o recurso deve durar até sua próxima reposição (o Sebrae disponibiliza um simulador desses cálculos – confira aqui).

Leia também: Capital de giro: tudo o que você precisa saber

Definido o capital de giro, você deve escolher a opção mais adequada para seu negócio. Caso a empresa não tenha recursos para retirar o dinheiro do seu caixa, precisará de um aporte de capital de giro de terceiro, recorrendo a instituições financeiras.

Bancos de fomento oferecem produtos específicos para as necessidades de empresas de diferentes portes. É importante ficar atento aos recursos oferecidos com apoio do governo, como o BNDES e bancos regionais. Portanto, simule o capital de giro do seu empreendimento e consulte seu contador para pesar prós e contras e escolher a opção mais adequada.

controle o fluxo de caixa pelo bling

Formas de financiamento

As empresas costumam recorrer ao capital de giro para suprir as demandas de financiamentos. Basicamente, há três principais modos de financiar sua atividade: por meio de capital próprio ou de capital de terceiros.

O capital próprio é a riqueza líquida à disposição dos proprietários, isto é, aquele que se originou da própria atividade econômica da entidade. Esse recurso não tem contrapartida fixa de remuneração, isso significa que há a possibilidade de o pagamento ocorrer de acordo com a rentabilidade gerada pelo empreendimento.

Já o capital de terceiro corresponde ao passivo real ou passivo exigível da empresa e diz respeito aos investimentos realizados com recursos de terceiros. Essa opção exige uma remuneração mínima fixada como contrapartida – o valor pode ser uma taxa fixa ou variável, baseada em referência de mercado.

Há também o capital de risco, baseado em investidores que aportam capital em empresas novas com alto potencial de crescimento, como as startups, na expectativa de ter participação nos lucros e ver a empresa ganhar cada vez mais valor. Essa opção é de “risco e recompensa” e os investidores esperam um retorno maior do que os bancos comerciais. Há diversos tipos de investimento de risco, como investidores anjo (pessoa física), venture capital e private equity, cada um com suas particularidades de contribuição e cobrança. A escolha deve levar em conta aspectos como maturidade da empresa, relacionamento entre investidor e empreendedor e modelo de negócio.

Leia também: Plano de Negócios: o ponto de partida para o empreendedor individual

A ajuda da tecnologiaerp ajuda a gerar relatorios para definir o capital de giro

Como mencionamos, o cálculo de capital de giro necessita de informações detalhadas sobre o setor financeiro da empresa. Por isso, uma boa sugestão para controlar o trabalho administrativo é recorrer a um sistema de gestão online. O software registra informações de clientes, fornecedores, produtos, vendas, compras, entre outros, assim você acompanha o fluxo de entradas e saídas e ainda gera relatórios para a contabilidade.

Conheça o Bling, o ERP ideal para micro e pequenas empresas de varejo ou e-commerce. Cadastre-se agora e experimente por 30 dias grátis.

Posts Relacionados

Deixe um comentário