Trabalhar com loja virtual exige que você esteja sempre antenado às novidades e soluções que possam simplificar o seu negócio. Entretanto, alguns empreendedores do e-commerce não sabem da importância de algumas ferramentas que ajudam na gestão do negócio. Proporcionando mais agilidade, maior rendimento e redução de gastos.

Conheça dicas de recursos que podem ajuda-lo a otimizar sua loja virtual com planejamento de economia e performance.

Monitore o comportamento dos clientes

A internet consolidou as redes sociais como meio de propagação de opiniões, dúvidas e influências. Por isso, é essencial acompanhar o que acontece dentro e fora da sua loja virtual.

Tempo de atendimento, índices de abandono do carrinho, número de seguidores nas redes sociais e de visitantes do site são algumas informações importantes para mapear seu negócio e melhorar o desempenho.

Leia também: Social commerce: o que é e como praticar

Com uma boa ferramenta de monitoramento, é possível agilizar a gestão e ter mais assertividade na tomada de decisões.

e-importante-monitorar-clientes-da-loja-virtual

Crie landing pages sem perder tempo

Para os gestores de e-commerce, a grande sacada de ferramentas para criação de landing pages é a otimização do tempo. Com esse recurso, páginas, campanhas, hotsites e promoções são implementados rapidamente . Assim sobra tempo para gerenciar outras partes da empresa.

Elaborar uma landing page “manualmente” pode levar alguns dias, mas com uma ferramenta eficiente, esse processo pode chegar a apenas algumas horas. Dependendo da complexidade da página.

Acompanhe as estatísticas da loja virtual

Não basta ter os dados em mãos, é preciso analisar os números. Por isso, uma boa ferramenta de mensuração é imprescindível para quem trabalha no mercado virtual.

Grande parte das plataformas disponibiliza algumas métricas e estatísticas básicas. Mas ainda é necessária uma ferramenta que indique de forma detalhada a origem dos acessos à loja, de modo que o controle seja específico.

O Google Analytics é uma boa opção, pois é gratuito e possui filtros que fornecem dados bem detalhados. Com essas informações, você poderá identificar quais canais têm maior índice de conversão. Qual caminho seu lead percorre e qual o ticket médio de cada produto, por exemplo. Com esse resultado você pode melhorar as estratégias e os investimentos.

Aposte na eficiência de um sistema de gestão

Um sistema de gestão (ERP) integrado à sua loja virtual acaba com a necessidade de manter um software diferente para cada setor. Dados de pedidos não precisam ser digitados e as notas fiscais são geradas em poucos cliques. Além de reduzir custos, o ERP controla informações de setores como estoque, finanças, cadastros e logística em um único lugar. Tornando a administração e a tomada de decisões mais ágil.

Além disso, há no mercado sistemas de gestão que permitem gerar relatórios gerenciais, assim o usuário pode mapear o andamento da empresa e ainda facilita o trabalho do contador. Evitando divergências de informação (e até mesmo problemas com o fisco).

Para quem trabalha no e-commerce, especialmente com loja multiplataforma, o ideal é optar por um ERP integrado a variadas plataformas de e-commerce e marketplaces. Aumentando as possibilidades de venda.

Procure um ERP online, com armazenamento em nuvem. Além de preços acessíveis, o software não exige instalação de programas pesados no seu computador e você pode gerir seu negócio inclusive pelo smartphone ou tablet.

sistema-de-gestao-organiza-a-loja-virtual

Fuja do chargeback

O chargeback ocorre quando uma venda realizada com cartão de débito ou crédito é cancelada. Isso acontece com o não reconhecimento da compra por parte do titular do cartão ou a transação desobedece às regulamentações previstas nos contratos elaborados pelas administradoras.

Você pode (e deve) combater esse problema. Sabe como? Contratando uma boa ferramenta de análise de risco. Outra opção é utilizar um facilitador de pagamentos. Esses recursos trazem custos a mais por causa da taxa de intermediação. Mas há a garantia de que você receberá o pagamento.

E aí, gostou das nossas dicas? Aproveite para ler nosso conteúdo sobre a importância de um ERP integrado para o e-commerce.

Categorias: E-commerce

Posts Relacionados

Deixe um comentário