A crise está para todos assim como o conhecimento também. A internet provém conhecimento extenso em relação a dicas e esse artigo tem algumas para te ajudar a contornar a crise com gestão de preços.

A crise não é um impedimento para seu crescimento e sim a falta de criatividade para contornar a mesma.

Ser criativo é achar soluções que até então você não realizava para resolver problemas que até então você não sabia resolver.

Há inúmeras formas criativas por aí, mas a gestão de preços está vinculada totalmente em aumentar competitividade e rentabilidade, que aumenta vendas.

Além de ser algo que poucos estão fazendo de fato.

1) Aproveite sazonalidades

 

Você sabia que 30% das vendas de 2016 vieram de cinco momentos diferentes do ano? Cyber Monday, Dia dos pais, Dia das crianças, Natal e Black Friday, de acordo com a consultoria Ebit.

Mas por que é importante saber disso?

Se boa parte das vendas vem desse período, significa que eles são vitais para sua estratégia do ano. Errar nesses momentos pode custar o ano da sua empresa.

Mas como de fato aproveitar? Separamos algumas dicas para maximizar resultado nessas épocas em relação a gestão de preços:

 

  • Frete Grátis:

 

Para se utilizar do Frete Grátis, calcule o investimento total a ser feito como despesa de Marketing.

Por exemplo, este ano darei R$5.000,00 em Frete Grátis. Acima deste valor, a promoção não será válida.

Desta forma você lojista terá controle sobre o montante gasto nessa iniciativa e poderá calcular o retorno do investimento feito.

 

  • Brindes:

 

Uma dica interessante é aglomerar produtos com margem ou custo pequenos e montar brindes para produtos de maior retorno.

Exemplo, se comprar um par de sapato, você ganha um par de meias. Aumenta a experiência positiva, e ainda trabalha giro de estoque.

Mas sempre apurando sua margem, claro.

 

  • Estratégias de upsell:

 

Existem produtos que são sugeridos na compra de outros em uma venda, por exemplo um caderno e uma caneta.

Uma estratégia seria aplicar preços menores em produtos que comumente são comprados com outros produtos sugeridos.

Se eu vou comprar uma pasta de dente a um preço bom, oferecer uma escova de dente para agregar ao conjunto pode ser uma ótima ideia para agregar a venda.

2) Gerencie margem de contribuição!

A última dica porém não menos importante é gerenciar margem de contribuição.

Reduzir o preço de produtos estratégicos, próximos de zerar sua margem, pode ser uma excelente alternativa para girar o estoque e reduzir a necessidade de capital de giro da empresa, bem como captar novos clientes.

Calculadora para formação de preço!

Porém, trabalhar redução de margem é mais interessante que reduzir preço. Margem de contribuição é o que sobra da sua venda. É o lucro real depois de deduzido custos e despesas variáveis.

Hipoteticamente falando, digamos que você tenha uma margem de 30% na venda de uma mesa com um preço de venda de R$100,00. O ideal é você não baixar o preço de 100 para 90, simplesmente olhando a concorrência, e sim baixar sua margem.

Portanto, uma vez baixada a margem, você sabe que ainda continua a custear despesas variáveis e também saber a porcentagem de lucro da venda do seu produto, ajudando a saber quanto precisa vender para chegar no azul todo mês.

3) Faça precificação dinâmica

Como todo varejista sabe, a competitividade é vital para a estratégia da empresa. Se manter competitivo é manter volume de vendas.

Boa parte dos empresários, quando trabalha formação de preços, analisa o concorrente para entrar bem no mercado. 

E isso, claramente é importante. Porém é só uma parte do todo.

Nota: Para ter preços competitivos isso tem que se tornar um processo. Em tempos de crise, nunca antes foi tão importante se destacar do resto do mercado. Seja baixando seu preço com descontos pontuais, seja mantendo o preço alto em relação ao seu posicionamento.

Portanto, a gestão tem que ser contínua. Avaliar o concorrente e trabalhar alteração de preços para que você sempre esteja a vista e chamando atenção dos seus clientes, atordoando seu concorrente.

Posts Relacionados

2 Comentários

  1. Leandra Paula Estanislau Alves Pereira

    30/01/2018 at 15:49

    Muito importante a materia em destaque gostei

Deixe um comentário