ecommerce no brasil

Nos últimos anos, o ecommerce no Brasil cresceu exponencialmente. Passando a representar de 6% a 8% do PIB nacional. Este crescimento se deve, principalmente, à comodidade, variedade e competitividade de preços que o e-commerce pode oferecer, graças à sua estrutura de funcionamento.

Por que o ecommerce é mais barato?

Os produtos disponíveis em um e-commerce são mais baratos devido ao conceito estrutural que esse tipo de empreendimento possui. Com a demanda de pouca mão de obra e sem a necessidade de muito espaço físico. Por falar em espaço. Em outro texto nós demos algumas dicas sobre como fazer a gestão de estoque físico e virtual (clique aqui se quiser ler).

Esses dois pontos mantêm o Preço de Aquisição de Cliente (PAC) em patamares menores do que o de uma loja física. O PAC nada mais é do que a soma dos investimentos necessários para que um cliente compre em sua loja. Incluindo salário de funcionários, investimentos em publicidade e propaganda e custos fixos e variáveis.

Esses patamares menores são possíveis porque, na loja tradicional, um grande número de funcionários é necessário para a execução das tarefas, aumentando os custos de funcionamento do negócio.

ecommerce no brasil

Qual a vantagem desse tipo de comércio?

A comodidade de comprar tudo o que precisa sem sair de casa é uma das grandes vantagens que um e-commerce possui em relação às lojas físicas. Virtualmente, é possível comprar desde um carro até a comida para seu animal de estimação de uma só vez. Sem deslocamentos caros, estresse nas ruas e desperdício de tempo. O bem mais valioso de qualquer cliente.

Ao contrário do que muita gente imagina, para que um negócio online tenha sucesso, não é necessário vender de tudo. Para conseguir fazer com que seu e-commerce cresça. O mais importante é definir um nicho específico de atuação (como a Netshoes, que escolheu atuar na comercialização de artigos esportivos e se tornou referência nesse setor). Como? Por meio de ferramentas que envolvem exclusividade de produto, linguagem adequada, um bom sistema de gestão online e estratégias de relacionamento com seus públicos.

Qual o futuro do ecommerce no Brasil?

Se o e-commerce no Brasil continuar a crescer em ritmo acelerado, como tem acontecido nos últimos anos. Toda loja que quiser sobreviver no mundo físico deverá possuir também uma loja virtual. Este crescimento deve-se, principalmente, ao fato de um e-commerce funcionar 24 horas por dia, sete dias por semana. E não apresentar limitações geográficas de atendimento. Uma loja do Rio Grande do Sul consegue, por exemplo, um cliente localizado no Acre.

O e-commerce, sem dúvidas, revolucionou a maneira com que o brasileiro realiza suas compras. Atualmente, lojas virtuais, além de vender, muitas vezes também são utilizadas como fonte de consulta para a decisão de compra dos produtos de uma loja física.

 

ecommerce no brasil

Se é possível realizar algum tipo de previsão para o ecommerce no Brasil — e no mundo —, de um aspecto não restam dúvidas: essa é uma tendência que veio para ficar. Um dos motivos que reforça a previsão positiva é justamente o avanço da utilização de aparelhos mobile (celulares, tablets, entre outros). Que permitem que o usuário possa comprar produtos e serviços a qualquer hora e de qualquer lugar. Desde que possua uma rede de conexão com a internet.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o ecommerce no Brasil, que tal ler mais alguns textos sobre o assunto?

– E-commerce: como fazer a gestão de estoque físico e virtual
– 8 dicas para sua empresa crescer de forma enxuta e produtiva
– E-book gratuito estuda as tendências do e-commerce

Categorias: E-commerce

Posts Relacionados

1 Comentários

  1. Sigep Web dos Correios integrado ao Bling | Blog do Bling

    28/04/2016 at 11:21

    […] Como um ERP pode impulsionar seu negócio – Entenda a revolução do ecommerce no Brasil – Conheça o sistema de gerenciamento de entregas […]

Deixe um comentário