Você sabia que ética nos negócios é um exemplo que gera liderança e boas referências entre colaboradores, clientes e fornecedores? Pois é, e emitir nota fiscal, assim como pagar os tributos exigidos por lei, faz parte de uma conduta transparente. Neste período em que a ética é um assunto tão discutido, com escândalos que envolvem grandes corporações e políticos brasileiros. É importante fazer a sua própria parte.

Separamos alguns tópicos sobre a importância de ter uma postura correta nos negócios. Saiba como a ética empresarial está em pequenos atos, como respeitar os consumidores, emitir nota fiscal e pagar os devidos impostos.

O que é ética?

De forma resumida, você pode entender que a ética é uma parte da filosofia que debate assuntos morais. Derivada do grego, a palavra significa “aquilo que pertence ao caráter”. No âmbito empresarial, a ética está nas condutas que você adota no dia a dia, seja como gestor, seja como funcionário. Além de refletir os valores da corporação.

Quando a organização mantém a ética em seus princípios básicos, tem potencial para crescer de forma sustentável. Especialmente por ser vista como uma empresa séria e responsável.

Dentro da empresa

A ética empresarial incentiva o bom relacionamento entre os colaboradores e a empresa, pois eles poderão se sentir orgulhosos por trabalhar em um local justo. Portanto, é sempre válido passar as diretrizes à equipe e tornar claro o posicionamento da corporação. E líderes devem saber lidar com todas as situações de uma maneira coerente, agindo com coerência, de acordo com as normas da empresa.

Fora da empresa

Jamais desrespeite seus consumidores com publicidade enganosa, ofertas falsas ou deixando de fornecer documentos fiscais. Na ânsia por ganhar mais dinheiro em menos tempo pode levar sua empresa ao fracasso. Sujando a imagem entre fornecedores e clientes. Para que pessoas externas à corporação possam conhecer parte desses valores, é válido divulgar no site institucional ou, para quem tem e-commerce, na aba “sobre nós”.

emitir nota fiscal

A ética empresarial está no dia a dia

Nas empresas, a ética está relacionada a valores morais específicos praticados em cada ramo de atuação, assim como o comportamento com clientes e concorrentes. A sonegação fiscal, por exemplo, não deve ser praticada nem tolerada em nenhum segmento. Por isso, uma tarefa básica como emitir nota fiscal (NF-e, NFS-e, NFC-e) não pode ser negligenciada. Exceto no caso de MEI (Microempreendedor Individual), no qual empresas com faturamento de no máximo R$ 60.000 não são obrigadas a emitir nota fiscal.

Todo administrador ético sabe que emitir o documento é essencial para evitar penalidades e garantir o sucesso dos relacionamentos da empresa. O que determina o tipo de nota fiscal que deve ser emitida para comprovar operações é a atividade econômica desenvolvida.

As notas fiscais mais comuns são: Nota Fiscal eletrônica (NF-e), Nota Fiscal do Consumidor eletrônica (NFC-e) e Nota Fiscal de Serviços eletrônica (NFS-e). Essa última voltada ao registro de operações sujeitas à incidência do ISSQN.

Saiba mais sobre emissão de Nota Fiscal eletrônica

Para a empresa exercer suas atividades de forma legal, é imprescindível que esteja em dia com as obrigações tributárias. E a nota fiscal é a prova de que o recolhimento de tributos relativos às operações comerciais está sendo realizado.

Então fique ligado! Além de antiético, sonegar a emissão de nota fiscal gera consequências negativas, inclusive com o Fisco. Cumpra as exigências da lei e evite a aplicação de sanções como multas e até mesmo o impedimento de exercer as atividades.

emitir nota fiscal

Emitir nota fiscal não exige muito tempo

Dizer que a emissão de notas fiscais leva muito tempo não é uma justificativa para não gerar o documento. Prova disso é que um bom sistema de gestão (ERP) pode emitir nota fiscal em poucos segundos. No Bling, por exemplo, o usuário precisa de cerca de 2 minutos para gerar o primeiro documento. Pois precisa cadastrar os dados do cliente. Já as notas seguintes precisam de apenas 40 segundos.

O ERP também armazena registros de setores como estoque, frente de caixa, financeiro e logística, além de emitir boletos. Desse modo, o gestor pode criar relatórios gerenciais para ter um panorama da empresa e estar alinhado com as obrigações tributárias. Uma solução simples como o Bling pode tornar o dia a dia do seu empreendimento mais ágil e organizado sem gastar muito.

Agora que você viu a importância da emissão de notas fiscais tanto na ética empresarial quanto na legalidade da atividade, lembre-se de gerir seu negócio com seriedade e transparência.

Leia também:
– Nota fiscal eletrônica: quem precisa emitir?
Saiba mais sobre emissão de Nota Fiscal de Serviço
– Tudo o que você precisa saber sobre a NFC-e

Posts Relacionados

Deixe um comentário