gestão de estoque físico e virtual

Quem trabalha na atividade comercial e realiza vendas, tanto na modalidade presencial através de suas lojas físicas, quanto no e-commerce. Conhece os desafios de gerir a gestão de estoque físico e virtual. Número de mercadorias disponibilizadas, atualizações de quantidades, entre outras questões. São fatores que devem ser muito bem geridos de forma que não gerem conflitos. E para te mostrar mais sobre como essa gestão de estoque físico e virtual deve ser feito. Separamos no post de hoje algumas dicas que farão enorme diferença na logística de seu comércio. Então, acompanhe com a gente e descubra a seguir!

Não descuide das atualizações de status

Pensando em economia, normalmente, as marcas possuem uma única gestão de estoque físico e virtual. O que, na verdade, é o correto para os empreendimentos pequenos e médios. Independente disso, tenha controle absoluto sobre cada peça vendida, perdida ou deteriorada nos estoques. De forma a não frustrar o cliente do e-commerce que, provavelmente, será avisado da indisponibilidade do produto somente na hora do check-out.

Saiba que isso é algo péssimo para a marca. Que poderá ter sua seriedade e, consequentemente, sua credibilidade arranhada. O que é ruim no atual contexto de comunicação através das redes sociais.

Separe peças ou embalagens para o mostruário

A exposição de peças exclusivas, não inventariadas nos depósitos, ou mesmo que sejam apenas as embalagens dessas em um mostruário. Poderão lhe salvar no caso de restar apenas uma mercadoria em estoque e uma venda no site for realizada.

Como a comunicação com os clientes dos meios virtuais é um pouco mais complicada do que se fosse com um cliente que está presente em loja física. Podendo ser convencido a comprar um outro produto similar, a prioridade de uma possível venda simultânea deverá ser do usuário do e-commerce, em função dos motivos descritos. Livrando a marca de comentários negativos nas redes sociais ou problemas com retrabalhos.

E o mais importante: invista em ERP

Para quem não está familiarizado com a sigla, ERP é derivada do nome Enterprise Resource Planning. Que em tradução livre significa “planejamento dos recursos da empresa”. Os ERPs são softwares que integram todos os dados e processos de uma organização em um único sistema.

A adoção de um sistema ERP em uma loja que trabalha com as modalidades de vendas físicas e virtuais ajuda a diminuir consideravelmente os erros e problemas que eles possam acarretar. Principalmente em lojas que possuem mais de uma unidade através da atualização imediata dos estoques. Tanto no site quanto nos inventários acompanhados pelos vendedores.

Além disso, fluxos de caixa, reposições de mercadorias e insumos — visando sempre as melhores épocas para fazê-los —, e melhores negociações com os fornecedores através dos dados obtidos pela integração de processos. Poderão ser resultado da adoção de um sistema ERP, que, certamente farão toda a diferença na organização e no sucesso de seu empreendimento.

Entendeu como uma gestão de estoque físico e virtual bem feita pode te ajudar bastante na manutenção do bom atendimento e da credibilidade da sua marca? E o ERP? Ficou claro o quanto ele é importante para as lojas que desejam estar um passo (ou vários passos) à frente da concorrência? Convidamos você a conhecer as soluções do Bling, assim como todos os casos de sucesso em que trabalhamos, acessando a nossa página!

Posts Relacionados

2 Comentários

  1. Entenda a revolução do ecommerce no Brasil | Blog do Bling

    04/04/2016 at 08:08

    […] texto nós demos algumas dicas sobre como fazer a gestão de estoque físico e virtual (clique aqui se quiser […]

  2. Como emitir NF-e no Mercado Livre? | Blog do Bling

    03/05/2016 at 10:19

    […] Leia também: – 7 vantagens da integração de um ERP com sua loja virtual – E-commerce: como fazer a gestão de estoque físico e virtual […]

Deixe um comentário