Ainda que pareça simples, saber precificar serviços é um grande desafio para qualquer empreendedor. Conforme estabelecemos um valor adequado, é possível ter uma boa margem de lucro e, consequentemente, acompanhar a consolidação de um negócio.

Apresentamos a seguir os principais pontos que interferem na hora de precificar serviços, além de mostrar uma fórmula prática para não errar nessa conta. Confira!

Fatores importantes na hora de precificar serviços

Custos gerais para execução e transporte, valor de mercado e até como a concorrência se comporta: existem alguns elementos que devem ser levados em conta na hora de precificar um produto ou serviço. Entenda a seguir!

Custos

Os custos de um serviço estão ligados a questões como valor de matéria-prima, gastos gerais, tarifação de impostos e as chamadas despesas fixas, como aluguel, condomínio, luz, água, telefonia e encargos trabalhistas.

Todos esses pontos devem ser embutidos durante o cálculo final do preço de um produto, para que o empresário possa recuperar o valor investido e ainda obter lucro com a venda.

Margem de lucro

Margem de lucro é o percentual acrescentado ao custo total de um serviço. Com ela, é possível formar o preço final dos produtos e saber qual será o lucro obtido na sua comercialização.

Ter uma boa margem de lucro permite às empresas melhorarem não só a precificação de seus serviços, mas também aumentarem a lucratividade do seu negócio.

Valor agregado

Seu serviço atende às expectativas dos clientes? Ou melhor, seus clientes se sentem satisfeitos com essa aquisição? Como sua clientela entende seus preços e o valor do seu produto?

O valor agregado corresponde a tudo aquilo que os clientes recebem ao adquirir um serviço. De maneira geral, o valor agregado representa uma maior qualidade na entrega e benefícios que fazem com que os clientes optem por determinada empresa.

Preços da concorrência

Monitorar a concorrência é algo fundamental para saber determinar o valor de um serviço. Essa avaliação permite ao empreendedor visualizar como está o posicionamento de sua empresa perante o mercado.

Avalie preços, atendimento, benefícios, descontos e condições de pagamento. Esses indicadores ajudarão na hora de montar uma tabela de preços condizente com o segmento de atuação.

Se, após computar todos os custos e margem de lucro, seu produto estiver muito acima ou muito abaixo do valor da concorrência, é necessário criar um sinal de alerta. Talvez você precise rever todos os gastos operacionais da sua empresa. Pois isso é um sinal de que algo não está equilibrado dentro da sua operação.

Conheça uma fórmula simples para calcular preços

Aqui apresentamos uma forma simples de precificar um serviço, que é o chamado cálculo baseado em custos. Após definirmos o valor total dos custos, sejam eles fixos ou variáveis, aplicamos uma porcentagem em cima desse valor encontrado que será nossa margem de lucro.

Se um serviço tem custo de R$ 100,00 e desejamos obter uma margem de lucro de 2,5 vezes esse valor, devemos multiplicar esses índices para chegarmos ao seu preço final.

Seja para iniciantes ou experientes, é muito comum encontrarmos gestores despreparados quando o assunto é precificar serviços. Com estudo e planejamento, é possível entender o melhor formato para definir preços e melhorar a rentabilidade de uma empresa!

E você, o que achou do nosso artigo? Comente em nosso post e conte o que achou das nossas dicas!

Posts Relacionados

Deixe um comentário