O emissor de nota fiscal facilita a geração de documentos fiscais eletrônicos, minimizando a burocracia e agilizando uma série de processos. Ao contratar um sistema eficiente, o empreendedor consegue centralizar as informações em uma única plataforma e conectar diversas áreas da empresa.

Ficou interessado no emissor de nota fiscal? Então, conheça mais sobre o assunto com o Bling!

O que é um emissor de nota fiscal eletrônica?

É um sistema que torna a comunicação com a Sefaz uma tarefa mais simples. Isso porque o emissor de nota fiscal gera os principais modelos de documentos eletrônicos com todas as informações preenchidas e validadas corretamente. Muito mais do que isso, um bom emissor de nota fiscal eletrônica também assina o documento com o Certificado Digital e o envia para o cliente de maneira automatizada.

Notas fiscais eletrônicas: por que elas são tão importantes?

Emitir nota fiscal é uma tarefa que requer atenção especial em empresas de todos os tamanhos. Isso porque o documento formaliza a venda de um produto ou serviço, registrando as transações de faturamento e a cobrança de impostos.

A nota fiscal eletrônica (NF-e) veio para substituir a tradicional nota fiscal impressa no papel, o que ajuda a reduzir a sonegação e gastos com a armazenagem do papel – isso diminui os custos operacionais e facilita a fiscalização dos órgãos responsáveis.

Como funciona o emissor de nota fiscal?

O primeiro passo para começar a emitir notas fiscais eletrônicas com um software é adquirir um certificado digital, o documento que confere e valida as informações da empresa.

O segundo passo é credenciar o negócio na Secretaria da Fazenda do estado responsável. Se a organização estiver espalhada em vários lugares, é necessário realizar o credenciamento em cada unidade federativa.

Por fim, basta contratar um sistema emissor de notas fiscais eletrônicas. Geralmente, o sistema faz a emissão de notas fiscais eletrônicas da seguinte maneira:

Passo 1: Recebe as informações de compra ou venda de produtos ou serviços.

Passo 2: Valida a transação.

Passo 3: Envia a NF-e ao dono do negócio ou prestador de serviço.

Passo 4: Gera um documento auxiliar para acompanhar a mercadoria.

Passo 5: Envia os dados para a autenticação da Secretaria da Fazenda.

Passo 6: Gera um cupom fiscal destinado ao cliente.

Passo 7: Emite relatórios fiscais de fechamento de caixa.

Por que contratar um emissor de nota fiscal? Conheça os benefícios!

Como dito anteriormente, o software emissor de nota fiscal minimiza a burocracia e torna mais simples a fiscalização dos órgãos responsáveis. Além disso, o negócio diminui gastos operacionais, como impressão e armazenagem dos documentos.

Para as empresas de médio e grande porte, uma boa opção é recorrer a um ERP de gestão integrada. Isso porque o sistema oferece ferramentas práticas e úteis para controlar melhor os processos tributários, além de muitas outras frentes do negócio.

O Bling, por exemplo, calcula automaticamente os impostos das notas fiscais: ICMS, ST, Difal, IPI, Cofins e mais. Assim, fica mais fácil enviar o documento para a validação dos órgãos responsáveis.

Confira alguns outros benefícios que você ganha ao contratar um bom emissor de notas fiscais:

  • Maior controle dos documentos;
  • Melhoria no planejamento tributário;
  • Eliminação dos trabalhos manuais;
  • Configuração simples e prática;
  • Integração com a gestão financeira;
  • Envio automático de notas fiscais para clientes.

5 dicas para escolher um bom software emissor de notas fiscais

Na hora de escolher um emissor de notas fiscais, é sempre importante avaliar alguns critérios. Saiba quais são eles.

1. Suporte técnico

De nada adianta contratar um emissor de nota fiscal se ele não oferece suporte técnico quando você mais precisa. Afinal, é comum surgirem dúvidas em certos procedimentos, principalmente se a prefeitura da sua região tem alguma exigência especial.

Por isso, é importante optar por um sistema que poderá auxiliá-lo quando uma dúvida surgir ou até mesmo quando o software apresentar instabilidade. Assim, você não perde tempo tentando resolver o problema sozinho.

2. Integração com a frente de caixa

Ter um emissor de notas fiscais integrado à frente de caixa facilita a gestão financeira do negócio. Isso porque o contador pode ter acesso a relatórios que mostram exatamente aquilo que acontece na empresa.

Por exemplo: se a equipe financeira precisar dos arquivos XML das notas fiscais, eles estarão disponíveis a apenas alguns cliques. Assim, é possível centralizar as informações e aumentar a produtividade.

3. Cálculo automático de impostos

Um bom emissor de notas fiscais armazena as informações de cadastro, clientes e produtos com os principais impostos das notas fiscais, como o ICMS, ST, Difal, Cofins, PIS e outros.

Ao calcular automaticamente a taxa tributária, a empresa atende as exigências legais da Sefaz e evita o retrabalho.

4. Armazenamento em nuvem

Armazenar suas notas fiscais na nuvem traz uma série de benefícios às empresas. Isso porque basta estar conectado à internet para acessar os principais modelos de documentos eletrônicos, sem precisar instalar programas no computador. Assim, o processo passa a ser mais dinâmico e assertivo.

Além disso, uma das vantagens de ter um emissor com armazenamento em nuvem é a segurança. Se um hacker tentar atacar seus sistema, por exemplo, um dos mecanismos de proteção é a criptografia com os servidores, que garante o arquivamento seguro de senhas e dados.

5. Extensão mobile

Surgiu um imprevisto e você não está com o computador por perto? Nesse caso, o ideal seria acompanhar o andamento das atividades via dispositivo móvel, como um tablet ou smartphone.

A extensão mobile permite acessar as mesmas ferramentas do sistema emissor na palma das mãos, fora do ambiente de trabalho e com total agilidade.

Conheça o emissor de notas fiscais do Bling!

O Bling é um ERP de gestão empresarial que facilita o processo de emissão de notas fiscais. Além de gerar documentos eletrônicos, o software também controla diversas frentes do seu negócio, como estoque, fluxo de caixa e vendas – tudo isso em uma plataforma 100% online e com responsabilidade para celular e tablet.

A partir de R$ 50 mensais, você pode começar a emitir os principais modelos de notas fiscais do seu negócio! Conheça os planos disponíveis e escolha aquele que mais combina com o perfil da sua empresa.