Abrir um empresa nos dias de hoje é uma tarefa inicialmente simples se comparada há alguns anos atrás. Os processos foram ficando mais facilitados e menos burocráticos. Empresas de pequeno porte e até microempresas abrem todos os dias e grande parte dessa facilidade se deve ao avanço da tecnologia e seus facilitadores.

Um dos processos que muito evoluiu foi a emissão de Notas Fiscais eletrônicas (NF-e), através de sistemas ERP, onde todo o processo é feito de forma automática e intuitiva, sem complicações. Entre as funções que o Bling! dispõe, a emissão de NF-e é uma das mais requisitadas pelos usuários.

Confira o passo a passo para gerar notas de forma descomplicada:

1) Antes de tudo é necessário credenciar sua empresa para emissão de notas fiscais junto ao Sefaz (Secretaria da Fazenda do seu estado), cadastrar a Inscrição Estadual (obtida no ato da abertura da empresa) e adquirir um Certificado Digital, o que também pode ser adquirido através do Bling! no modelo A1 – PJ.

2) Feito isso, é hora de configurar o Bling NF-e, para ler o Certificado Digital. Já no sistema, acesse no menu Preferências – Certificado Digital – Configurações de certificado digital. O download do instalador da aplicação bem como o processo de instalação do mesmo será realizado conforme o sistema operacional do seu computador.

3) O terceiro passo é configurar o certificado digital, para que o servidor permita a emissão de notas fiscais em qualquer dispositivo.

– Na opção Tipos de certificados – A1 – Servidor. Para carregar seu certificado, clique em Adicionar certificado e arraste o arquivo com a extensão pfx ou p12 para dentro da área demarcada. Informe o PIN do seu certificado e clique em testar, para que o sistema mostre o retorno do teste realizado no certificado.
Se a mensagem apresentada for de sucesso, basta salvar e seu certificado estará configurado corretamente.

– Já a configuração do certificado digital A1 em seu computador permite que você emita notas fiscais de um dispositivo específico, mantendo o arquivo em seu computador. Selecione Tipos de certificados – A1 – Máquina Cliente. E realize o mesmo processo para carregar o certificado.

– Para configurar o modelo A3 no sistema certifique-se de ter baixado e instalado corretamente o gerenciador criptográfico do certificado, conforme indicado no site da autoridade certificadora fornecedora de seu certificado digital. Selecione Tipos de certificados – A3 e ative o parâmetro para utilizar recurso de acesso via aplicação.

Caso não souber qual é o seu gerenciador criptográfico clique em Selecionar Automaticamente. Da mesma forma, informe o PIN do seu certificado e clique em testar, para que o sistema apresente o retorno do teste realizado no certificado.

Em todos os casos, se a mensagem apresentada for de sucesso, basta salvar e seu certificado estará configurado corretamente.

4) Neste momento é que se preenche as informações cadastrais da empresa, completando o cadastro com os dados solicitados. Acesse Preferências – Empresa – Alterar dados da empresa. Além dos dados cadastrais marcados como obrigatórios, é necessário informar a Inscrição Estadual (IE) da sua empresa para emitir notas fiscais.

5) Após os dados cadastrados, é preciso configurar o sistema Preferências – Notas fiscais – Configurações de Nfe. O ambiente de homologação permite a inserção e emissão de notas fiscais de teste, para que o emitente possa testar o envio de Nfes sem que estas tenham valor fiscal.

6) Quando tudo está testado, é hora de partir para o Ambiente de Produção, que permite a inserção e emissão de notas fiscais com valor fiscal junto ao Sefaz. Feito isso, basta configurar as naturezas de operação a serem utilizadas no sistema, ou seja, criar as regras de tributação específicas para os diferentes modelos de notas fiscais.

7) O ambiente está pronto para a emissão de notas fiscais com valor fiscal junto a Sefaz. No menu, Configurações de NFe é possível ver os parâmetros disponíveis:

– Exibir totais em listas de Notas Fiscais – Mostra e oculta todas as NF-e
– Imprimir etiquetas com logotipo e endereço – para ver o endereço das etiquetas das Nf-e
– Lançar estoque ao emitir ou cancelar nota – Estorna ou lança estoque automaticamente, no momento em que é feita uma emissão ou um cancelamento.

Pronto! A emissão das NF-e torna-se um processo simples, dentro da rotina da sua empresa. Nada de sistemas lentos ou cheios de burocracias para garantir uma nota com validação real.

Para saber mais sobre como emitir nota fiscal eletrônica, leia este artigo do Bling! e também acesse o manual específico sobre o assunto. E para dispor deste e de outros tantos benefícios, como controle de estoque, frente de caixa, integrações com e-commerce, entre tantos outros, conheça mais sobre os planos do Bling! e otimize tempo garantindo qualidade nos serviços das sua empresa.