A nota fiscal de entrada ou compra é muito importante e também obrigatória para as empresas.

Como o próprio nome diz, ao contrário da maioria das notas fiscais, essa é emitida quando uma mercadoria é comprada ou algum produto retorna à loja.

Devido a esse fato, ela é desconhecida por alguns, porém, não deixa de ser importante e precisa ser formalizada e armazenada.

Pensando nisso, resolvemos te ajudar a entender melhor qual é a função dessa nota fiscal e como você pode emiti-la.

Vamos falar sobre a importância da nota fiscal de entrada, o que ela é e o que você deve fazer para emiti-la e mantê-la segura.

Confira!

O que é nota fiscal de entrada?

A nota fiscal de entrada é um documento que comprova o recebimento e a movimentação de mercadorias recebidas, ou seja, quando você compra algo de um fornecedor, por exemplo, ele deve emitir essa nota.

Em outras palavras, ela registra tudo o que entra na sua empresa, além de outros casos em que é necessária.

Quando devo emitir a nota fiscal de entrada?

Separamos uma lista com os casos em que é obrigatório emitir a nota fiscal de entrada:

  • Quando um produto é devolvido à empresa por qualquer motivo, a nota deve ser emitida pela empresa, afinal, o produto voltará ao estoque, e isso deve ser registrado;
  • No caso de produtos importados em que o documento do país de origem não é válido no Brasil, o comprador deve emiti-la;
  • Quando o vendedor não tem a obrigação de emitir a nota fiscal, o comprador deve fazê-lo;
  • Quando o produto volta de uma exposição ou feira;
  • Quando o produto é adquirido em um leilão ou ocorre arrematação;
  • No caso de a empresa compradora se responsabilizar pela retirada e pelo transporte da mercadoria;
  • Quando ocorre o retorno sobre industrialização, ou seja, quando a mercadoria é industrializada por um autônomo.

Como você pode observar, a nota fiscal de entrada pode ser emitida tanto por empresas quanto por pessoas físicas, depende do caso em que se faz necessária.

Importância e vantagens da NF-e de entrada

Com a chegada das Notas Fiscais Eletrônicas, ficou bem mais simples o processo de emissão das notas, além de contribuir para maior segurança e organização do próprio negócio.

A nota fiscal de entrada é emitida eletronicamente e pode ser baixada e armazenada no computador em formato XML, o que permite maior organização de estoque e evita complicações na fiscalização, como notas frias.

Como emitir a nota fiscal de entrada?

Há duas maneiras pelas quais você pode optar para emitir uma nota fiscal de entrada.

A primeira delas é por meio da importação do arquivo XML e registro da entrada no controle tributário, que é feita quando a empresa que vendeu a mercadoria fornece a nota fiscal.

A segunda é quando você mesmo emite a nota da mesma maneira que efetuou a emissão no primeiro caso.

É importante baixar as notas fiscais de entrada de toda compra feita, para a proteção da empresa contra fraudes, além de ser mais prático e seguro ter as notas armazenadas digitalmente.

Para baixar a sua Nota Fiscal Eletrônica de entrada, basta acessar o portal nacional da Nota Fiscal Eletrônica, informar a chave de acesso – que são os 44 dígitos na parte superior da nota – e selecionar o certificado digital de sua empresa.

Emita sua NF-e de entrada aqui mesmo no Bling!

O Bling oferece um sistema automatizado e completo para emissão de suas notas diárias, além de calcular os impostos e te livrar de toda a preocupação e trabalho com burocracias.

É um sistema integrado, que permite também a importação da nota fiscal eletrônica XML, saiba mais clicando aqui.