Muito antes da popularização das mídias sociais, o e-mail já era uma ferramenta revolucionária na forma de comunicação entre consumidores e marcas. Ele foi, por muito tempo, uma ligação entre os dois pontos via internet que agilizava e simplificava o processo de responder dúvidas e solucionar reclamações dos clientes. Mas as empresas também viram uma oportunidade surgindo, e a publicidade entrou em cena para ser mais efetiva na conversa entre marca e público-alvo. Assim, surge o e-mail marketing.

Leia também:

>> 5 formas de personalizar as campanhas de e-mail marketing

>> Gatilhos mentais no e-mail marketing

E-mail marketing alavancando suas vendas

Por mais que o e-mail marketing possa contribuir para consolidar sua relação com os clientes e, logo, alavancar suas vendas, de nada adianta partir para a ação e começar a disparar e-mails sem ter uma estratégia definida. Determinar o objetivo a ser alcançado é essencial para o sucesso da sua campanha. Dessa maneira, existem práticas que possibilitam alcançar melhores resultados. Entre elas, temos:

Foque na dor do seu cliente

Você não pode ter o discurso mais vendedor do mundo se não souber quais são as reais necessidades do seu público. Nessa perspectiva, é preciso saber como a empresa pode contribuir de verdade para a rotina dos consumidores. Caso contrário, será apenas mais uma marca ofertando seus produtos sem nenhum diferencial. Atente-se à persona que o seu negócio atinge e elabore um plano de execução baseando-se nas dores dela.

Teste, teste e teste

Já ouviu o ditado “quem não arrisca não petisca”? Ele também se aplica ao planejamento de e-mail marketing. Isso significa que a empresa só terá acertos constantes depois de testar diferentes maneiras de atingir o público-alvo. Assim, permita-se errar no começo para chegar a um modelo de comunicação ideal. Teste títulos diferentes, novas estruturas de texto e acompanhe suas conversões para saber quais combinações dão mais resultado.

Tenha um cronograma

Como já diz o ditado “A pressa é inimiga da perfeição”. Isso quer dizer que enviar e-mails sem ter um cronograma é perda de tempo. Nesse caso, o planejamento é ponto primordial para fazer valer as estratégias da equipe. Assim, tenha uma organização antecedente, ou seja, elabore uma agenda ainda no mês anterior aos envios. Nessa organização, atenha-se a pontos como melhor horário para publicar e dias com maior engajamento. Isso vai facilitar o processo e aumentará o retorno dos consumidores.

Um tópico essencial para constar na organização é a definição de temas. Determinar quais assuntos serão abordados em cada conteúdo é o primeiro passo para alcançar os objetivos de forma coordenada. Essa prática vai acelerar os processos de envio e facilitar a gestão da marca em busca de novos compradores. Junto a isso, é importante levar em conta todas as pessoas que estão na sua base de e-mails.

Por que você deve utilizar o e-mail marketing na sua estratégia?

Mesmo com o crescimento da comunicação via mídias sociais, o e-mail marketing continua sendo um instrumento poderoso para captar clientes de forma ágil e eficiente. Junto a outros canais, ele se torna um elemento fundamental na hora de planejar suas estratégias.

Afinal, segundo um estudo da Radicati, empresa de pesquisa de mercado, a expectativa é de que, até o final de 2019, 2,9 bilhões de pessoas no mundo estejam usando ao menos um e-mail. Considerando esse número, ou seja, a abrangência de pessoas que a ferramenta pode atingir, seu uso é capaz de trazer vários ganhos para o seu negócio. Confira:

Alcance

Como visto, o número de pessoas que fazem uso de e-mail é cada vez maior. Assim, o e-mail continua sendo uma das ferramentas mais utilizadas, e ignorar esse fato é perder oportunidade de potencializar o número de pessoas impactadas pela sua marca. 

Segmentação

Com uma boa base de e-mails em mãos, você pode começar a conhecer melhor o seu público. Nesse contexto, é possível ter como base as informações dos usuários, como localização, idade e nível de interesse em determinado produto. Nessa perspectiva, envie uma quantidade maior de e-mails para usuários ativos, enquanto que para os inativos invista em menos disparos, mas com conteúdos de reengajamento. Com isso, fica muito mais fácil identificar os produtos certos para cada tipo de pessoa e, assim, ser mais certeiro na personalização da sua oferta.

Datas comemorativas

Como já diz o nome, são datas para se comemorar. Nessa perspectiva, mandar felicitações para os consumidores é sempre uma boa ideia. Afinal, quem não gosta de receber aquela mensagem carinhosa no dia do aniversário, ou um feliz natal, não é? Dessa forma, é importante que a empresa esteja atenta aos dias festivos. 

No entanto, escolha as datas de forma estratégica. Imagine mandar feliz dia das mães para quem não tem filhos? Além de pegar mal, a cliente não se sentirá parte importante da marca. Assim, liste datas que conversem com o seu nicho de mercado e com o estilo do seu público.

Para montar as estratégias, pense “O que meu público gostaria de receber nesta data?”, “O que eu espero em troca?”, “Qual o melhor discurso para usar?”. Foque em produzir um conteúdo de qualidade antes de fazer os disparos dos e-mails. 

Atenção

Quando você entra em uma loja física e o vendedor começa a lhe chamar pelo seu nome durante o atendimento, a experiência de compra se torna muito mais interessante, não é? Então, ao se tratar de e-mail marketing, não é diferente. O contato por meio da ferramenta possibilita que o empresário converse diretamente com seu cliente e, usando novamente o conhecimento dos leads que citamos anteriormente, a linguagem utilizada pode ser um diferencial.

Além disso, identifique seus clientes vip. Sabe aquele fã de carteirinha que vai a todos os shows da banda? A maioria dos negócios têm algum consumidor assim. Não sabe quais são os seus? Então, está na hora de identificá-los. Nessa perspectiva, é preciso estar atento àqueles clientes que mais engajam com a empresa. Assim, elaborar conteúdos especiais para essas pessoas é uma boa maneira de começar. Para exemplificar, pode-se citar o Facebook, que disponibiliza selos de “super fã” para quem interage constantemente com uma página. Medidas assim podem parecer irrelevantes, mas ajudam no engajamento.

No entanto, é necessário também voltar os olhos para quem deixou de ser vip. Esses consumidores são, geralmente, classificados por estar há mais de um ao sem elaborar pedidos. Partindo disso, é interessante formar uma lista dessa categoria e tentar reestabelecer vínculo com o envio de e-mails constante.

Ficou mais fácil potencializar suas vendas por e-mail marketing? Para facilitar esse trabalho, os softwares de gestão são soluções capazes de potencializar sua estratégia digital. Esse é o caso da parceira da Mailbiz e Bling.

SOBRE A MAILBIZ 

A Mailbiz é uma solução de performance em e-mail marketing para e-commerce. Oferece software e Consultorias para alavancagem rápida de engajamento e vendas, através de um método próprio que é aplicado pelo seu time de especialistas. 

http://www.mailbiz.com.br