A Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE) é um documento que a maioria estados optou para recolhimento do ICMS DIFAL e do Fundo de Combate a Pobreza (FCP).É possível criar uma GNRE diretamente no portal do estado, digitando manualmente os dados.

Mas, para alguns estados, é possível gerar GNRE através da arquivo XML. Esse arquivo pode ser gerado no Bling para que você consiga importar no portal e gerar as Guias para pagamento online. 

Essa opção não está disponível quando o estado de destino for Espírito Santo ou São Paulo, nesse caso, deve ser gerado direto no site da GNRE do estado, e para o RJ é possível gerar e emitir pelo Bling.

O que é o imposto GNRE?

A Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais é um documento para contribuintes que vendem produtos para outros estados. Por serem operações de transporte interestadual, as vendas são dependentes de uma substituição tributária. 

A emissão da GNRE é uma forma de partilhar o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias (ICMS), recolhendo o imposto nos estados de destino. 

Quem deve emitir a GNRE?

Antes de tudo, é preciso entender quem deve pagar imposto GNRE. Quem emite a guia é sempre a empresa que vende o produto para o outro estado. Já a questão da obrigatoriedade do recolhimento é um processo que pode ser feito tanto pelo remetente quanto pelo destinatário. 

  1. Quando o destinatário é contribuinte do ICMS, ele quem deve recolher a GNRE. 
  2. Quando ele não for contribuinte do imposto, o recolhimento fica a cargo do remetente. 

Como faço para emitir GNRE rapidamente?

Para gerar a GNRE você deve possuir os tributos ICMS DIFAL ou ICMS ST cadastrado em sua Natureza de Operação.

Além disso, se o estado de destino possuir Fundo de Combate a Pobreza (FCP), você deverá abrir o item dentro da nota, ir na aba ICMS e depois na aba Partilha e informar a alíquota do Fundo de combate a pobreza.

Confira o passo a passo para emitir a GNRE: 

Gere a guia GNRE: 

  1. Acesse o Portal GNRE e clique em Gerar GNRE na página inicial. 
  1. Preencha as informações: 
  • UF favorecida;
  • Tipo de GNRE;
  • Informações de contribuinte;
  • Receita;
  • Valores;
  • Data de vencimento e data de pagamento.
  1. Faça a validação dos dados informados clicando em validar. 
  1. Imprima a guia. 

No Bling, é possível gerar o arquivo XML com GNREs criadas, acessando o painel Vendas > GNRE. Selecione as GNREs que deseja exportar e clique na opção Gerar XML Selecionadas. Salve o arquivo gerado no seu computador e poderá importá-lo no portal GNRE do seu estado.

Outras formas de emitir a GNRE: 

  • Gerando uma a uma clicando em GERAR GUIA no portal oficial da GNRE;
  • Por meio de lote gerado e armazenado no próprio portal clicando em Lote > Gerar XML;
  • Ao gerar o lote nos sistemas da empresa contribuinte conforme a instrução: LOTE > PROCESSAR > Manual para Preenchimento do XML de LOTE + Esquema de Validação do XML;
  • Estabelecendo uma comunicação por meio de webservices entre os sistemas do contribuinte e o Portal conforme a instrução: Vá em PRINCIPAL > AUTOMAÇÃO e observe os manuais e orientações ali dispostos.

O Bling possibilita também lançar uma conta a pagar relativa ao valor da GNRE gerada. Para isso, abra o menu à frente da GNRE e selecione a opção lançar conta a pagar. Se uma conta já estiver lançada, pode-se utilizar a opção estornar conta, para que o lançamento do contas a pagar seja desfeito.

Mas atenção: não é possível fazer o cancelamento da guia GNRE. As guias não pagas serão canceladas pelo próprio sistema. Neste caso, o que você pode fazer é gerar uma nova guia corrigida.

Conclusão

Com um sistema de gestão que é parceiro do seu negócio, toda a parte administrativa e tributária fica organizada e segura.
 No Bling também é possível emitir nota fiscal de diversos modelos como a NFCe, e também DANFe. Estar em dia com a gestão do negócio organizada é importante para que a integração entre os setores aconteçam e o empreendedor possa pensar no negócio de forma dinâmica e criativa.