erros em gestão de estoque

Erros em gestão de estoque é capaz de arruinar um negócio. Todos nós estamos propensos a cometer erros caríssimos que podem significar até mesmo a reputação de um empreendimento. Mesmo a famosa Nike não ficou imune. No início dos anos 2000, a falta de controle de estoque levou à perda de, pasmem, aproximadamente US$ 100 milhões em vendas.

Felizmente, eles foram capazes de se recuperar usando um melhor sistema de gestão em seus depósitos. Se isso pode acontecer com uma das maiores empresas do mundo, saiba que a sua empresa também não está imune. Mas pensando em te afastar deles, nosso post de hoje trará os 5 maiores erros em gestão de estoque. Então atente-se e aprenda com os erros alheios!

Falha em prever com precisão a demanda

O problema da Nike, relatado na introdução, resultou da imprecisa demanda prevista. Eles até utilizavam um software, mas muito primitivo. O que resultou em falha em abastecer as lojas com os produtos mais desejados e fabricação em excesso de outras mercadorias que acabaram encalhando.

Os sistemas de gerenciamento de estoque, em primeiro lugar, devem ser livres de bugs e erros de dados. Pois as previsões de demanda são fundamentais para produzir o número correto de itens, e caso os cálculos estejam incorretos, será prejuízo na certa. A resposta para este tipo de situação é muito simples: trabalhar com as técnicas mais modernas e confiáveis que o mercado oferece. Trata-se de um investimento que evita prejuízos gigantescos no futuro.

Falta de automação

Se você ainda controla seu estoque com as planilhas de Excel, então você pode ter erros em gestão de estoque. A gestão manual leva muito tempo e sem os resultados desejados. Desta forma, recursos estão sendo desperdiçados. Principalmente os que poderiam estar sendo aplicados em outras áreas de seu empreendimento.

A Sterling, uma empresa especializada em lâmpadas LED e aplicações de iluminação exterior, conseguiu economizar uma grande quantia usando um software de gerenciamento de estoque com armazenamento de dados na nuvem, ajudando-os a automatizar tarefas. Desta forma, eles foram capazes de reduzir custos e, consequentemente, conseguiram investir mais tempo em como fazer o negócio ter uma maior participação no mercado.

Concentração do trabalho e das informações

Para a maioria das empresas que ainda estão usando softwares instalados em computadores sem a devida integração, falhas de continuidade podem ocorrer devido à dificuldade que alguns possam ter em operar um sistema construído desta forma. Quando poucas pessoas estão familiarizadas com o sistema, as encomendas podem acabar se atrasando simplesmente porque você não conseguiu multiplicar o treinamento da maneira adequada. Ou algumas classes de colaboradores simplesmente não possuem tal conhecimento dentro de seu escopo de trabalho.

Os sistemas de gerenciamento de estoque com base na nuvem podem resolver essa questão, pois:

  • A operação desses é muito mais simples. O que permite que todos os colaboradores possam trabalhar de forma satisfatória com os softwares.
  • O acesso é fácil. Mesmo para aqueles que desenvolvem trabalhos externos, como os vendedores, por exemplo.
  • Através dos inventários online, todos os processos ficam ao alcance de todos, sem a necessidade de que sejam feitos plantões, ou contatos frustrados que conduzam à perda de vendas.

Sistemas logísticos ineficientes

Muitos gestores não acompanham, da forma devida, o que dizem seus relatórios de vendas. Dessa forma, acabam deixando de economizar tempo e dinheiro com a maneira pela qual é feito o armazenamento. A maneira correta de dispor as mercadorias no depósito é dispondo os produtos que dão mais saída mais próximos das portas. De forma que a carga e a descarga desses sejam feitas de forma mais ágil. Um dos maiores erros em gestão de estoque é pensar que o armazenamento não interfere na produtividade ou no impacto financeiro do negócio.

Parar toda a produção para fazer balanços

Muitas empresas se habituam a cessar as operações por um dia para verificar os estoques, e isso pode resultar em perda de lucratividade. Agora imagine uma empresa que possui um estoque gigantesco de produtos? Esta atividade pode fazer com que o negócio sofra impactos de produtividade durante muito tempo, e logo, um prejuízo proporcional pode acabar acontecendo.

Utilizar um sistema de gestão de estoques online irá eliminar a necessidade disso. Tendo em vista que a atualização de estoques é realizada em tempo real. Independentemente de onde ocorrer a transação.

Entendeu como uma gestão mais atenciosa e organizada dos estoques podem lhe ajudar bastante na manutenção do bom atendimento e da credibilidade da sua marca? E o sistema de gestão integrado na nuvem, ficou claro o quanto ele é importante para as lojas que desejam estar um passo — ou vários — à frente da concorrência? Convidamos você a conhecer as soluções do Bling. Assim como todos os casos de sucesso em que trabalhamos, acessando nosso site!

Posts Relacionados

2 Comentários

  1. Vejas os diferentes tipos de estoque e saiba se você usa o ideal | Blog do Bling

    09/11/2015 at 13:58

    […] a sua empresa passar aquela vergonha na frente dos seus clientes, é fundamental ter uma excelente gestão de estoques. Para isso, é imprescindível conhecer os tipos de estoque que podem ser usados na sua […]

  2. Como e por que fazer um inventário do estoque | Blog do Bling

    06/05/2016 at 17:21

    […] evita a falta ou excesso dos itens e diminui o gasto desnecessário. Ou seja, um inventário de estoque é capaz de melhorar a lucratividade de uma empresa, visto que proporciona melhor aproveitamento […]

Deixe um comentário