Você sabia que 9 a cada 10 brasileiros pesquisam sobre um produto ou serviço antes de realizar a compra? Pois é, o ambiente digital tem grande poder na hora da tomada de decisão. É através das redes sociais, do site da empresa ou de mecanismos de busca como o Google, que o consumidor irá pesquisar, procurar e achar o seu negócio. 

Por isso, se você possui um comércio, já passou da hora de marcar a sua presença on-line. E para te ajudar a ser visto por milhares de pessoas, separamos um guia completo para te ensinar a como criar um site, melhorar sua presença digital, assim como a credibilidade da sua marca.

O que é um site?

Antes de começar a criar um site do zero é preciso entender melhor o que de fato ele é. Sendo assim, um site ou website, é uma página ou um conjunto de páginas que comunicam sobre algo ou alguma coisa. 

Além disso elas ficam disponíveis na internet e podem ser acessadas através de um domínio, que nada mais é do que o endereço eletrônico, aquele famoso nome depois do www.

Como o site pode ajudar o seu negócio?

Agora que sabemos o que é um site, chegou o momento de entender o motivo dele ser tão importante para ajudar o seu negócio.

O primeiro ponto que é preciso ressaltar é que atualmente, estar on-line e marcar presença na internet é o mesmo que dizer para o mundo que você existe. Parece algo forte de se dizer, né? Mas acontece que nos dias de hoje a maioria das nossas ações são realizadas através da tecnologia.

Por isso que quando a sua empresa tem um site, você tem a possibilidade de mostrar para milhares de pessoas o seu negócio, contar a sua história, se posicionar no mercado e consequentemente vender o seu produto/serviço para pessoas de todos os lugares do mundo, caso necessário. 

Sendo assim, o site torna-se a principal estratégia para o seu negócio. Já que através dele temos a possibilidades de atrair e captar clientes em potencial. E consequentemente, fazer com que as vendas aumentem e a sua marca cresça.

Quais são os tipos de site e qual a diferença entre eles?

Até aqui, já conferimos o que é um site e qual a importância dele para o seu negócio, não é mesmo? Então após absorver essas informações, se você quiser saber como criar um site profissional, chegou a hora de conhecer os tipos de website disponíveis e a finalidade de cada um deles.

Site institucional

O site institucional é imprescindível para uma empresa, pois ele é a porta de entrada do seu negócio no meio digital. É através dele que você levará credibilidade para a sua marca e aumentará a sua presença on-line.

Por isso, ao criar um site profissional o modelo institucional funcionará principalmente como um cartão de visitas do seu negócio. Será através desse canal que você apresentará os seus produtos, serviços, a cultura, identidade e os diferenciais da sua empresa.

Também é possível criar outros canais de informações atrelados ao seu website institucional, como um blog, por exemplo, onde é possível trabalhar como um canal de comunicação sobre o setor em que você se encontra e com isso dar mais valor ao seu conteúdo.

Site dinâmico

Outro modelo de website é o site dinâmico que, assim como o institucional, também agrega informações sobre a sua marca e pode ainda possuir outras páginas atreladas a ele. 

Porém a principal diferença entre os dois formatos é que no dinâmico as páginas se complementam. Dessa forma tanto a parte institucional como o blog encontram-se no mesmo ambiente. 

Esse modelo é o mais usado para estratégias de marketing digital, porque o seu alcance na internet é maior e mais eficiente.

E-commerce

O e-commerce ou comércio eletrónico é um espaço destinado a vendas online. Esse modelo possibilita a venda de produtos e serviços, mas atenção, ele não se trata apenas de uma loja virtual.

A loja virtual faz parte do ecommerce, mas ele não é feito apenas dela. Existem outros processos que compõem esse formato como atendimento, o financeiro, a logística, o estoque e muitos outros que formam a estrutura de um e-commerce.

Outro ponto importante quando falamos de comércio eletrônico é a diferença entre ecommerce e marketplace. Podemos considerar o marketplace uma extensão do e-commerce, mas diferente dele, é um canal que não vende apenas produtos pŕoprios, mas de terceiros também. 

Ou seja, em um marketplace é possível vender produtos e serviços de diferentes tipos de empresas e nichos. E ainda, dentro desse modelo, o responsável pelo marketplace irá mediar compras, entregas, atendimento e todo o processo de compra e venda das lojas.

Redes sociais

Já as redes sociais são um dos formatos mais conhecidos e utilizados atualmente. Elas podem ser um site ou um aplicativo e o seu objetivo é a interação entre os usuários.

Através da rede social como Facebook, youtube, instagram e muitas outras, é possível compartilhar informações pessoais, profissionais e de empresas, seja em tempo real ou não. 

Com o surgimento desse novo modelo de comunicação as interações entre cliente/empresa mudaram. Através desse canal é possível realizar atendimento, compras e vendas, e melhorar a imagem e o relacionamento da sua marca.

As redes sociais são, atualmente, o primeiro local onde uma pessoa pesquisa sobre um serviço ou empresa. Se ela quer te conhecer melhor ela com certeza irá nas suas redes sociais buscar informações relevantes sobre você.

Por isso, essa estratégia é essencial para a criação da imagem da sua empresa e é preciso tomar cuidado e bastante atenção, já que, positiva ou negativamente, a sua rede social irá falar sobre você. Dessa forma tente dar o máximo de atenção às suas redes sociais, responder os seus clientes e levar informações verdadeiras para não afetar a imagem do seu negócio.

Blogs

Os blogs, como já mencionado quando falamos de sites institucionais, são um modelo de website com o intuito de falar sobre um determinado tema. 

Os blogs são compostos por diferentes páginas e são alimentados quase que diariamente com conteúdos que podem focar em assuntos pessoais, notícias atuais ou temas empresariais.

Esse modelo, por exemplo, é muito usado para estratégias de marketing. Pois através dele é possível levar usuários para o seu site, mostrar o seu produto, ensinar e complementar sobre conhecimentos relacionados ao setor da sua empresa e até mesmo finalizar uma compra.

Hotsites e Landing Pages

Os hotsites e as landing pages são páginas pontuais sobre determinado assunto. Elas estão disponíveis na internet com o objetivo de informar sobre algum conteúdo específico relacionado a promoções, lançamentos de produtos ou etc.

Os hotsites são mais utilizados para criação de uma campanha, por exemplo. É através desse modelo que a empresa pode lançar um produto novo dentro da sua marca. As landing pages também podem e devem ser utilizadas para lançamentos, mas esse modelo costuma ter conteúdos voltados para conversão e vendas, captação de leads e conteúdos que gerem alguma ação.

Como criar um site do zero?

Agora que você já viu os modelos de sites disponíveis, é preciso decidir qual deles se encaixa no objetivo da sua empresa. Vale destacar que você não precisa escolher apenas um modelo. É possível utilizar mais de um dos formatos citados acima para complementar a sua estratégia. 

Depois de decidir o objetivo do seu site chegou a vez de aprender a como criar um site do zero, por isso separamos um passo a passo para te guiar nesse processo.

Tenha um domínio próprio

O primeiro passo para a criação do seu site é escolher o seu domínio. O domínio nada mais é do que o nome do seu site, é o endereço eletrônico que levará um usuário a uma página com informações sobre o seu negócio ou sobre você.

Existem algumas boas práticas na hora de criar o seu domínio, são elas:

  • Escolher um nome marcante, criativo e que tenha a ver com a sua empresa
  • Evitar o uso de hífens e caracteres especiais como [email protected]#, se possível
  • Fazer uma pesquisa em todos os canais disponíveis  para saber se o seu domínio já é utilizado
  • Registrar o domínio o quanto antes, dessa forma ninguém mais poderá utilizá-lo e você evita complicações legais.

Escolha um modelo de hospedagem

Após escolher e registrar o domínio, ou seja, o endereço do seu site, você precisará de uma casa para ele. Por isso, a próxima etapa para criar o seu site do zero é escolher um modelo de sistema de hospedagem. 

Um sistema de hospedagem é um espaço onde a sua página, ou páginas, ficarão armazenadas junto com todos os arquivos e documentos necessários para o funcionamento do seu site.

Atualmente existem no mercado três formatos de hospedagem:

  • A hospedagem dedicada: onde o seu site ficará hospedado em um sistema único destinado ao seu domínio.
  • Hospedagem compartilhada: onde você dividirá o espaço na rede com outros websites e, consequentemente, o seu desempenho não será o mesmo do que na hospedagem dedicada. 
  • E ainda a hospedagem na nuvem: onde neste modelo o seu site ficará hospedado em uma rede de máquinas que utilizam de um Software as a Service (SaaS), por exemplo. Nesse modelo o seu site também terá um sistema único dedicado a ele.

Esses modelos são encontrados por aí em diferentes valores, escolha o que cabe no seu orçamento, mas não esqueça de analisar e pensar no tamanho do seu site. 

É importante também prestar atenção em alguns sistemas, recomenda-se a utilização de sistemas com a tecnologia e-panel, que é a mais comum e a mais fácil para usar no seu site.

Construa o seu site

Com o domínio e a hospedagem em dia, a próxima tarefa da lista é construir o seu site. Para isso existem duas opções, a primeira é procurar um especialista em designer e/ou programação para que ele possa montar o seu site de acordo com as suas preferências.

Mas a segunda opção, e a mais utilizada também, é o uso de ferramentas de criação de sites. Nesses sistemas existem modelos prontos com diversas funcionalidades onde você pode mesclar e personalizar de acordo com o objetivo e a identidade visual da sua marca.

No mercado existem alguns modelos conhecidos como o wix e mais utilizado,  wordpress. Mas atenção, existe o WordPress.org, que é o mais utilizado, e o WordPress.com que, apesar de ser mais fácil de manusear, acaba limitando e diminuindo a sua autonomia.

Após escolher o sistema de criação do site é preciso também escolher o tema e formato do seu canal. 

Uma das características principais do modelo do seu site é que ele seja responsivo, e o que isso quer dizer? Um site responsivo é aquele que vai se adaptar em diferentes formatos de telas, seja na tela do computador, do celular, da TV, ou seja, a exibição do conteúdo do seu site será adaptada para a leitura nessas diferentes telas.

Pense nas seções disponíveis na sua página

Durante o processo de criação do seu site é preciso analisar a sua estrutura. E quando falamos de estrutura queremos dizer todas as etapas, páginas e seções disponíveis nele.

Por exemplo, é preciso pensar em qual informação você quer passar para o usuário e o que ele gostaria de saber sobre a sua empresa. Dessa forma você consegue pensar nas informações mais importantes e relevantes sobre o seu serviço ou produto.

Sendo assim, muitas pessoas utilizam algumas páginas padrões como a página inicial, quem somos, produtos, clientes e por aí vai. Você precisa analisar o objetivo do seu site, o que ele precisa informar para o usuário e o que o usuário gostaria de saber.

Após escolher as seções e etapas do seu site, não esqueça de produzir o conteúdo dessas páginas. 

A informação disponibilizada para o usuário precisa ser clara e fácil de ser compreendida, você também pode e deve investir em conteúdos visuais. Dessa forma, utilize imagens de qualidades para mostrar o seu produto e seu serviço. E se necessário utilize de tutoriais para ensinar sobre alguma funcionalidade.

Como criar um site grátis

Vimos anteriormente o passo a passo para a criar o seu site do zero. É claro que ao longo desse texto já informamos que alguns desses processos possuem determinados custos. Mas se você está se perguntando como criar um site gratuito, esse tópico é para você.

Existem no mercado ferramentas grátis para criação de websites, por isso, separamos  opções de ferramentas gratuitas para não afetar o seu orçamento e você conseguir ter um site profissional.

5 ferramentas gratuitas para criar o seu site

Já mencionamos anteriormente algumas ferramentas para a construção do seu site como o wix e o wordprees.com, por exemplo.

Essas são só algumas das ferramentas gratuitas disponíveis no mercado, Sendo assim,  separamos um resumo de algumas dessas ferramentas para você analisar antes de escolher a sua.

Wix – www.wix.com.br

O wix possui um modelo inicial de site onde o usuário consegue customizá-lo. A ferramenta apresenta etapas de configurações fáceis que devem ser seguidas antes de colocar a sua página no ar.

Para quem deseja criar um e-commerce, por exemplo, a plataforma possui configurações disponíveis para esse formato.

WordPress.com – www.wordpress.com

Já informamos anteriormente que o WordPress possui duas versões, a WordPress.org, que é paga e a WordPress.com que é a versão gratuita da ferramenta.

Para usufruir da ferramenta de forma gratuita é só acessar o site www.wordpress.com e começar as etapas de criação até a publicação da sua página. 

Assim como o wix a ferramenta também é fácil de mexer, mas como já informado, possui algumas limitações.

Jimdo – www.jimdo.com

O Jimdo possui duas versões, a versão mais elaborada que é paga, e a versão mais simples que é a gratuita. Após escolher a opção que mais se encaixa no seu orçamento é só prosseguir com as etapas.

Durante o processo de criação do seu site a ferramenta realizará algumas perguntas relacionadas ao seu objetivo, sendo assim é só preenchê-las para personalizar a criação do seu website.

Webnode – www.webnode.com.br

O Webnode é outra ferramenta gratuita que possibilita a criação do seu site. Após realizar o cadastro na plataforma você terá que escolher entre duas opções de formato de site: abrir um website ou uma loja virtual.

Na sequência, você é convidado a escolher o modelo do site que mais ficou interessado e começar a personalizar de acordo com o seu negócio.

Google Sites – sites.google.com

E por último, mas não menos importante, o Google SItes que é uma ferramenta do google gratuita para criação de websites. 

Quem já possui uma conta no google é só realizar o acesso e escolher os modelos disponíveis gratuitamente para desenvolver o seu site. 

Uma das possibilidades do Google sites é a opção de escolher modelos prontos  de acordo com a categoria do seu servidor.

Como criar um site de vendas

O setor de e-commerce vem crescendo constantemente nos últimos anos. Esse novo modelo de vendas pela internet tem agradado consumidores de diferentes nichos.

E se você estiver interessado em abrir o seu próprio e-commerce, ou migrar a sua loja para esse novo modelo digital é só conferir algumas dicas que separamos para você.

O passo a passo para a abertura do e-commerce é bem parecido com as etapas já mencionadas acima para a criação de um site do zero.

  • É preciso criar um domínio
  • Escolher um modelo de hospedagem
  • Definir a ferramenta, gratuita ou paga, para criação do site
  • Elaborar a estrutura das páginas e seções presentes no seu website.

Além dessas etapas importantes, para criar um site de venda, é preciso pensar em alguns processos a mais.

O e-commerce é literalmente a vitrine de uma loja, por isso quando for cadastrar os seus produtos é importante caprichar nas informações disponibilizadas para o cliente. Invista em títulos, imagens de qualidade e todos os detalhes que contribuem para a apresentação do seu produto.

Também será preciso decidir as formas de pagamentos disponíveis para os consumidores, assim como o modelo de envio das suas mercadorias, será pelos correios, transportadoras, motoboy etc.

Dicas de ferramentas para fazer o seu site crescer

Depois de enfim criar o seu site profissional, será preciso fazê-lo crescer e aparecer. Por isso, separamos algumas ferramentas que irão te ajudar no processo de melhoria do seu site e consequentemente aumentar suas vendas e o seu desempenho.

PIXLR

As imagens são, sem dúvidas, um dos elementos importantes para a criação do seu site, por isso é preciso caprichar nas fotos utilizadas no seu portal.

Sabemos que às vezes não é tão barato ter fotos de qualidade, por isso você pode utilizar o Pixlr, uma alternativa de ferramenta gratuita que te ajuda a criar e ajustar imagens.

Coolors

Durante o processo de criação do seu site, toda a estrutura e layout precisa seguir a identidade visual da sua marca. Por isso, para te ajudar nas escolhas de cores, você pode utilizar o Coolors, que é um gerador de paletas de cores online totalmente gratuito.

Yoast SEO

Se você optou pela plataforma de criação de site, o WOrdPress, é recomendado a utilização do plugin Yoast SEO.

O Yoast SEO é uma ferramenta que te auxilia na otimização do seu site para os mecanismos de busca, como o Google.

Se você não é especialista no assunto, o Yoast é uma mão na roda, já que ele mostra exatamente onde você precisa inserir as suas palavras-chave e ajuda a regular a frequência e a posição desses termos no texto.

Google Analytics

O Google Analytics é mais uma ferramenta essencial para acompanhar o desempenho do seu site. Com ele você consegue ver se está recebendo visitas e de onde e como esses usuários chegam até você. Assim como quais páginas e seções do seu site mais tem acesso e o tempo que o usuário fica em cada uma delas.

Parece mágica, né? Mas são só dados. E para usufruir dessa ferramenta é só criar uma conta no serviço Google Analytics e inserir um código no seu website.

Conclusão

Se você chegou até aqui, já tem uma boa noção de como criar um site do zero. Seja ele gratuito ou pago, para vendas ou institucional.

O site é uma das principais ferramentas de marketing digital, por isso ter um site é primordial para se ter uma marca. Se você tem um negócio e ainda não está no meio digital, você está perdendo tempo, cliente e dinheiro.

Criar um site não é fácil, mas também não é difícil, com o nosso passo a passo você consegue saber exatamente o que fazer para melhorar a sua presença e fazer a sua marca bombar.