Não é novidade que o marketing de conteúdo para e-commerce é uma estratégia que pode trazer resultados tremendamente positivos.

Essa é uma ótima opção para diversas áreas de negócios, mas na hora de conquistar consumidores, quando se fala em e-commerce, o conteúdo se torna ainda mais importante.

Neste artigo, você aprenderá como o marketing de conteúdo é importante para o e-commerce e como ele pode ser usado no seu negócio.

Vamos explicar com detalhes o que o marketing de conteúdo representa e, ao final do texto, você não terá dúvidas sobre a eficácia dele.

Entenda o que é o marketing de conteúdo

Antes do marketing de conteúdo, a publicidade corporativa tratava o público como um consumidor passivo das ofertas que apareciam.

Hoje, esse conceito mudou. As pessoas estão se tornando mais seletivas por causa das muitas possibilidades que a internet oferece.

O marketing intrusivo (como pop-ups indesejados) não tem o mesmo efeito de antes neste contexto.

Você precisa garantir que o público em geral tenha interesse no que uma determinada marca fornece. Investir na criação de conteúdo relacionado é uma forma de fazer isso.

O marketing com foco na informação permite que as marcas demonstrem todos os benefícios de seus produtos de forma direcionada, aumentem o valor de seus itens e melhorem sua imagem e reputação no mercado.  

Saiba quais são os benefícios

Com o uso correto do marketing digital, as empresas de e-commerce podem criar estratégias para atrair clientes e melhorar sua experiência de compra e satisfação.

Reunimos alguns benefícios dessa prática na sequência.

Maior certeza ao definir grupos-alvo

Um dos principais benefícios do marketing digital é a capacidade de segmentar seu público por cada campanha criada.

Você pode dividir suas ações em anúncios menores, mesmo se estiver usando apenas um canal, como comprar mídia paga. Cada um deles precisa focar no grupo específico que a marca deseja atingir.

Esse recurso é importante para garantir uma melhor personalização ao entrar em contato com os clientes e direcionar as mensagens.

Isso proporciona uma ótima experiência ao consumidor e melhora a satisfação do negócio e as taxas de conversão.

Mensuração fácil

Outra vantagem do marketing digital é que tudo pode ser medido. Desde o número de pessoas que viram sua publicação nas redes sociais, o tempo gasto em curtidas, navegação e páginas do seu site, até o momento exato em que a compra é abandonada.

O acesso a esses números é um grande benefício para quem trabalha em lojas online e vende itens diversos, desde acessórios até equipamentos industriais.

Os varejistas tendem a usar meios variados para atrair clientes. Afinal, no ambiente online, você pode usar os dados coletados para controlar o número de conversões criadas para cada canal e campanha, bem como calcular o retorno do investimento (ROI) alcançado.

Para coletar esses dados, é preciso adotar diferentes plataformas e investir na análise.

Além disso, há tantas informações que podem ser confusas e você pode não obter insights que realmente o ajudem a tomar decisões de negócios.

Para isso, é importante ter um bom plano que indique os objetivos e indicadores utilizados para avaliar os resultados antes de iniciar a coleta de diversos dados.

Maior alcance

Ao promover e vender seu produto usando a mídia online, não há restrições geográficas de alcance.

Isso porque algumas plataformas permitem que você integre seus produtos em grandes mercados e obtenha uma alta visibilidade.

No entanto, o uso das mídias online também é atraente se você não quiser um alcance mais amplo, isso porque os empreendedores não precisam se preocupar com outras formas de distribuição, delimitando as estratégias quanto ao público ou região que se deseja atingir. 

Ou seja, as ferramentas de marketing digital permitem segmentar seu público-alvo de forma bem detalhada, incluindo restrições geográficas, ou expandindo esse alcance.

Para isso, basta usar a segmentação para desenvolver uma estratégia com base em seus objetivos.

Detecção de problemas otimizada

Por fim, outra vantagem do marketing digital é a capacidade de identificar e mitigar problemas de forma rápida e eficiente.

Para tanto, é necessário implantar um sistema de monitoramento de resultados. Isso é importante porque opiniões são compartilhadas quase que instantaneamente em um ambiente online.

O que significa que, se uma campanha criada passar a imagem errada e impactar negativamente seus clientes, ela pode repercutir em minutos, mas uma boa campanha também pode espalhar rapidamente uma imagem positiva.

Assim, é preciso acompanhar detalhadamente as campanhas e quais os retornos proporcionados, identificando melhorias ou identificando planos de ação necessários para reduzir riscos.

Classificação no Google

Criar conteúdo relevante e interessante é a estratégia mais simples para chamar a atenção de potenciais clientes.

Isso porque o marketing de conteúdo maximiza a visibilidade das marcas. Para fazer isso, você pode usar uma estratégia de blog focada nas regras de SEO.

Aliando essa adequação das páginas e conteúdos com materiais de qualidade, sua marca será encontrada exatamente quando os internautas pesquisarem esse tópico ou nicho no Google.

Redução do CAC

O CAC (Custo de Aquisição de Clientes) é uma medida de quanto você investe em marketing e vendas para adquirir novos clientes.

Se a aquisição de novos clientes for barata, as vendas alcançadas cobrirão os custos e ainda serão lucrativas.

Portanto, é objetivo de todas as empresas manter o CAC o mais baixo possível.

A maioria das empresas ainda possui uma grande força de vendas focada em conquistar clientes e investir dinheiro em mídia paga para conquistá-los.

Essas ações funcionam, mas têm um CAC maior. Além disso, a equipe e a publicidade não são baratas.

A estratégia de marketing de conteúdo reduz o CAC, fornecendo às equipes de vendas e-books, webinars e outros conteúdos que podem ajudar a responder às perguntas dos clientes no momento da compra e reduzir o processo de vendas.

Conheça estratégias de marketing de conteúdo

Com a estratégia de conteúdo certa, você pode posicionar o e-commerce no topo dos mecanismos de busca de forma totalmente orgânica. Então, você não precisa pagar nada, mas ainda exige muito esforço e dedicação.

Quer saber como aplicar o marketing de conteúdo de e-commerce nas suas páginas de vendas? Confira as 10 dicas que preparamos para você!

Palavras-chave que sempre funcionam

Uma das ferramentas de SEO mais importantes para dar suporte à pesquisa orgânica de comércio eletrônico é sempre trabalhar com palavras-chave.

Existem diversas ferramentas de marketing digital que podem te ajudar a definir palavras-chave que te levem ao seu público por meio de mecanismos de busca.

Ou seja, o que as pessoas com o perfil de cliente da sua empresa mais pesquisam na Internet.

Para simplificar, pense como um lead e tente entender os tópicos que podem ser do seu interesse.

Além disso, pense em como sua pergunta será feita no Google e use-a como palavra-chave, além de responder todo o conteúdo.

Crie formulários e landing pages vinculadas ao conteúdo

Uma estratégia eficiente de marketing de conteúdo para e-commerce é aproveitar conteúdos ricos para coletar dados de seus visitantes em troca de conteúdo. 

Por exemplo, você pode criar um formulário em sua página de destino para solicitar dados simples, como e-mails, números de telefone, principais preocupações dos leitores, etc.

Você pode usar esses dados para criar e-mails personalizados para leads que procuram conteúdo.

Imediatamente, as ferramentas de automação ajudam a segmentá-los e garantir que as mensagens certas cheguem a todos de maneira estratégica.

Tenha descrições detalhadas

No e-commerce, é importante que a descrição do produto seja completa. Os consumidores querem não apenas investigar preços, mas também conhecer todos os detalhes dos produtos que compram, como:

  • Preço;
  • Atrativos;
  • Usos possíveis;
  • Materiais na composição.

Além disso, como as pessoas não têm o mesmo suporte de uma loja física, é importante que todas as informações estejam na página para que elas não se sintam insatisfeitas com sua compra online e até supere as expectativas.

Não exagere na técnica

Vale ressaltar que, quando um cliente está procurando algo na internet, ele não quer ficar tão confuso quanto quando iniciou a busca.

Por isso, o marketing de conteúdo deve ser de fácil legibilidade, principalmente se estamos falando com leads de início de funil.

O foco é fazer com que a marca converse com o público. Não significa necessariamente ser muito informal, significa estar perto e presente.

Lembre-se que a ortografia correta é indispensável, independentemente do idioma definido. Essa deve ser sempre a sua prioridade.

Conheça as técnicas de SEO

Investir em SEO é um dos primeiros cuidados para quem tem interesse em estratégias de marketing de conteúdo.

Neste ponto, é hora de lidar com SEO em sites, blogs e páginas de comércio eletrônico.

Você precisa garantir que cada página seja adequada para o mercado usando as palavras-chave corretas e seguindo as regras de escaneabilidade.

Para isso, é importante pesquisar os termos para encontrar os que são mais interessantes para o segmento e público-alvo.

Existem ferramentas gratuitas que fornecem informações importantes, como Google Keyword Planner, SemRush e Keyword Tools.

Conclusão

A postagem de conteúdo especializado e relevante faz muito bem para a imagem da empresa na web, não importa qual é o segmento dela.

As informações que disponibilizamos ao longo deste material provam isso. Coloque as estratégias em prática e verifique os resultados!