Os empreendedores estão investindo cada vez mais no mundo digital e em e-commerce. Hoje é comum encontrar empreendedores que investem em multiloja em seu negócio.

O segmento ganha força e vira tendência entre os empresários. Pois é uma ótima saída para quem possui dentro do mesmo negócio um público diferente. A multiloja traz para o e-commerce a possibilidade de ter diferentes lojas virtuais, mas com a mesma administração.

Um exemplo simples: uma empresa vende roupa, mas criou um e-commerce em que só vende roupa esportiva, outro para social e mais um para casual. Ou tem produtos de segmentos diferentes e também vende em marketplaces.

Como funciona a multiloja?

O funcionamento da multiloja é simples. A plataforma desenvolve duas lojas (front-end), com tudo diferente (layout, banners, navegação, etc). A impressão para o cliente é que são lojas virtuais distintas, mas na verdade pertencem ao mesmo negócio. Existem empresas que optam por usarem mais de uma plataforma também, ou adicionar marketplaces no investimento.

Até esse momento o empresário terá duas ou mais lojas diferentes trabalhando. Mas é imprescindível que o gestor tenha controle e centralize todas as informações e dados.

Simplifique a gestão com um ERP:

Com o ERP, os lojistas fazem o cadastro de todos os produtos e selecionam para qual loja virtual desejam que eles sejam disponibilizados. É possível disponibilizar o mesmo produto nas  lojas e o software atualiza automaticamente, centralizando o estoque no sistema.

Com o sistema integrado é possível:

  • Emitir notas vindas de todos os canais
  • Dar baixa no estoque
  • Cadastrar clientes e produtos
  • Muito mais

Assim as informações são centralizadas em um único sistema. Facilitando o trabalho e economizando tempo para focar em outros assuntos.

Ficou alguma dúvida sobre multiloja? Deixe abaixo nos comentários!

Leia também:

Sistemas integrados são tendência para o e-commerce

5 dicas fundamentais para fidelizar seus clientes

Como fazer projeção de vendas eficiente