Com micro e pequenas empresas percebendo os benefícios de expandir suas operações para a internet, o mercado brasileiro de e-commerce não para de crescer. Nesse mesmo sentido, grandes varejistas do mercado digital, como o grupo B2W Marketplace, também ganham destaque.

O B2W oferece oportunidades para que outros lojistas menores aproveitem o nome de grandes marcas, como Lojas Americanas, Shoptime e Submarino, a fim de anunciar produtos, aumentar sua visibilidade e seu faturamento. 

A lógica por trás do seu crescimento, portanto, é simples. 

Os marketplaces são canais de venda importantes, principalmente para empreendedores que estão engatinhando no mercado digital. O B2W, por sua vez, sendo um dos maiores e-commerces brasileiros, ganha a atenção desse público. 

Enfim, para crescer na internet, todos os empresários devem considerar anunciar seus produtos nas lojas desse grupo. 

O Bling!, visando ajudar micro e pequenas empresas a migrar para o B2W, separou este material completo, que trará: 

  • quais lojas compõem o B2W Marketplace;
  • quem pode anunciar no B2W Marketplace;
  • as principais vantagens de tornar-se um parceiro B2W;
  • passo a passo para começar a vender no B2W Marketplace.

E, para finalizar, o artigo exibirá algumas dicas mostrando como o próprio Bling! contribui para que os donos das lojas consigam ingressar e vender com muito mais facilidade nos principais marketplaces do mercado. 

Boa leitura!

Sobre o B2W Marketplace

O B2W Marketplace é uma empresa que nasceu em 2006. Sempre atuando completamente no mercado digital, o grupo nasceu da fusão de três lojas virtuais de grande destaque nacional: Americanas.com, Submarino e Shoptime. 

Hoje, a companhia representa o maior comércio eletrônico da América Latina. Além disso, também investe pesado em soluções logísticas, de tecnologia e comunicação, para alcançar a satisfação de clientes e parceiros, que fazem seu negócio ser o que é hoje. 

Quem pode vender no B2W Marketplace?

Além de não oferecer grandes barreiras de entrada para novos parceiros, as três lojas que compõem o B2W Marketplace contam com mais de 30 categorias de produtos e serviços.

Logicamente, o e-commerce tem seus destaques nos departamentos mais buscados por todo o mercado consumidor. Entre eles, informática, eletrodomésticos, celulares, móveis e televisores.

Entretanto, todas as lojas atuam como multivarejistas. Por isso, também é possível encontrar produtos diversos, como ferramentas de construção, autopeças, livros, filmes, itens decorativos e muito mais. 

Resumidamente, não importa o tamanho nem o nicho de atuação da comércio em questão – todos podem se tornar parceiros B2W.

Vantagens exclusivas de vender no B2W Marketplace

Além de expor seus produtos em algumas das maiores marcas digitais do país, o lojista parceiro B2W conta com vantagens exclusivas.

Abaixo estão listadas as principais delas.

Sem investimento inicial

Se enganam aqueles que pensam que precisarão fazer algum investimento para ingressar no marketplace. Alocar produtos nas principais lojas do B2W é totalmente gratuito. 

Nesse sentido, o empreendedor, sem nenhuma mensalidade ou taxa de ingresso, só paga comissão se vender.

Alta escalabilidade de vendas

Essa é uma das principais vantagens, principalmente para pequenos e microempreendedores, que não têm sua marca ainda tão consolidada no mercado digital. 

Afinal, ao utilizar um grande marketplace como canal de venda, o lojista, fora o aumento expressivo da exposição de seus produtos, ganha a confiança do cliente, uma vez que utiliza a imagem de um e-commerce reconhecido por todo o mercado.

Recebimento à vista

O crescimento do B2W Marketplace está diretamente relacionado ao sucesso de seus parceiros. Não à toa, o grupo também se preocupa com a saúde financeira dos lojistas que anunciam em seu e-commerce.

Na prática, todas as compras, mesmo que parceladas, são entregues à vista para os lojistas parceiros. Dessa forma, eles podem ter melhor controle sobre fluxo de caixa, o que os ajuda a se desenvolver sustentavelmente. 

Referência tecnológica 

O grupo composto por Americanas.com, Shoptime e Submarino também não tornou-se o maior comércio da América Latina à toa. 

Além de uma gestão eficaz, o B2W destina boa parte dos seus investimentos em suas plataformas backoffice e frontoffice. 

Ou seja, tanto o painel administrativo para lojistas, quanto as lojas acessadas pelos clientes finais, buscam seguir as melhores práticas digitais de busca, segurança, atendimento e praticidade, a fim de melhorar a experiência de todos.

Treinamentos e materiais especiais

A empresa também possui um canal exclusivo e gratuito para educar todos os seus lojistas. A Universidade B2W Marketplace, como é chamada, visa ajudar os parceiros em todos níveis de maturidade. 

Assim, por meio de artigos para blogs, webinars, vídeos, eventos e até através da incubadora B2W, a marca ensina desde como cadastrar um produto até estratégias avançadas, para que o empreendedor alavanque suas vendas.

Venda em atacado

Por último, mas não menos importante, o B2W Marketplace também conta com a loja Americanas Empresas, para que os lojistas vendam atacado para outros CNPJs. A empresa, portanto, torna-se um dos poucos grupos que oferecem oportunidades tanto para o parceiro varejista, quanto atacadista.

Como começar a vender no B2W Marketplace?

Vender nas lojas do B2W é muito simples. Abaixo está o passo a passo para quem deseja se tornar um parceiro do principal marketplace do país.

1 – Acesse o link do B2W e clique em “Cadastre agora mesmo sua loja”.

O cadastro é simples. Nele, o lojista apenas incluirá alguns dados de contato, financeiros e sobre sua loja. Contudo, vale ressaltar que todos os varejistas e atacadistas precisam cumprir os seguintes critérios básicos.

  • Possuir um CNPJ ativo e sem restrições.
  • CNAE de varejista.
  • Inscrição no Sintegra (exceto MEI).
  • Emitir nota fiscal (NF-e ou NF-a).
  • Capital social igual ou superior a R$ 1 mil.
  • Conta corrente vinculada ao CNPJ cadastrado.

2 – Após enviado, o lojista deverá esperar a avaliação da empresa para prosseguir.

3 – Uma vez aprovado, o lojista poderá acessar a página de login para ter acesso ao backoffice. Lá, ele receberá todas as instruções para configurar sua loja, cadastrar produtos e gerenciar preços, estoque e promoções.

4 – Finalmente, o novo parceiro B2W está preparado para vender. Agora, é só acompanhar as vendas e todo o trâmite logístico de acordo com novos pedidos.

Tudo pronto! Ao seguir esse passo a passo, qualquer um pode se tornar um lojista parceiro do B2W. Contudo, o artigo não para por aqui. 

Abaixo, ainda separamos algumas dicas, para que os empreendedores vendam e se organizem melhor no maior marketplace do Brasil.

4 dicas para vender mais e melhor no B2W Marketplace

Atenção à página do produto

O B2W, bem como os outros principais marketplaces do mercado, possui uma enorme quantidade de parceiros de todos os tamanhos. Superar a concorrência, nesse sentido, não é tão simples, e o primeiro passo deve ser promover qualidade em suas ofertas.

Independentemente do departamento no qual o lojista se encontra, provavelmente, em um marketplace haverá muitos produtos similares concorrendo pela atenção do consumidor. 

Melhorar a página do produto, com imagens, vídeos de alta resolução e, principalmente, descrições explicativas e organizadas, pode fazer a diferença.

O consumidor digital, mais do que nunca, busca transparência. Não à toa, os marketplaces têm ganhado o carinho desse público, que utiliza o canal para comparar ofertas de vários lojistas em um único e-commerce. 

Nesse contexto, é verdade que o melhor preço é sempre um grande destaque. 

Contudo, com tantos produtos parecidos, as diferenças na margem de lucro costumam ser tão pequenas que as ofertas com melhores descrições, imagens e até comentários de avaliação oferecem mais confiança ao cliente, mesmo que o preço de venda esteja um pouco superior ao concorrente. 

Enfim, criando conteúdo de qualidade, é possível fazer um bom trabalho de marketing nas lojas e páginas de produto de um marketplace.

Inclusive, o B2W, sabendo disso, criou sua própria agência, a B Creative Content. 

Com ela, por meio de contrato, o lojista consegue usufruir do trabalho de especialistas em comunicação digital que visam aumentar a visibilidade e a experiência do consumidor nas lojas de seus clientes. 

Utilize os anúncios patrocinados

Se a otimização da página do produto é uma ótima maneira orgânica de atrair a atenção de novos consumidores, os anúncios são formas pagas, mas que destacam ainda mais as ofertas dos lojistas que optam por essa estratégia. 

E, nas lojas do B2W Marketplace, todos os parceiros podem usufruir das vantagens de anunciar do B2W Ads – uma plataforma de publicidade nativa, ou seja, criada e veiculada nos próprios e-commerces que compõem o grupo. 

Os anunciantes que utilizam o B2W Ads conseguem destacar seus produtos em vitrines exclusivas da página principal, de busca, departamento, etc.

Além disso, o investimento para utilizar essa ferramenta também é flexível: o lojista só paga quando um cliente clica em seu produto. Trata-se de uma estratégia de lances CPC (custo por clique). 

Na prática, sempre que o usuário ingressa em alguma das lojas B2W ocorre um leilão automático dos produtos anunciados que atendem o perfil desse consumidor. Logicamente, o vencedor é aquele com maior lance. 

Abaixo há três dicas para que todos possam ter melhores resultados com anúncios B2W.

1 – Definir um orçamento diário realista, a fim de manter os investimentos em publicidade sob controle.

2 – Criar grupos de anúncio identificando o CPC pago neles. Os valores também podem ser alterados manualmente para concentrar investimentos naqueles com melhor desempenho.

3 – Escolher os produtos veiculados. 

Para alavancar as vendas, sempre é recomendado anunciar aqueles produtos que já têm bom desempenho orgânico. Outras ofertas podem ser patrocinadas de acordo com a sazonalidade ou a estratégia. 

Melhore a logística no marketplace

O sucesso de um e-commerce está associado à satisfação dos clientes com todas as etapas que envolvem as vendas digitais. Nesse sentido, os processos logísticos adotados pelo lojista interferem diretamente na sua popularidade dentro dos marketplaces.

O consumidor já está bem mais acostumado a comprar na internet. Por isso, seu nível de exigência por melhores condições de frete também é maior.

Só que, infelizmente, empresas menores não possuem contratos robustos com transportadoras ou Correios. 

O B2W, ciente disso, fornece a seus parceiros o programa B2W Entregas, para que todos os lojistas aproveitem a barganha desta grande marca com os Correios para oferecer fretes mais baratos aos seus consumidores. 

Por meio do B2W Entregas, os empreendedores parceiros do marketplace também conseguem aumentar exponencialmente a satisfação dos seus compradores, devido à menor incidência de problemas relacionados ao tempo de entrega. 

Por fim, ao solicitar integração com o programa de gestão logística do B2W, o lojista fica responsável apenas pela emissão da nota fiscal e postagem nos Correios. 

Contrate um ERP 

ERPs são sistemas de gestão empresarial que contribuem para as empresas centralizarem todas as informações em um único local. Companhias que vendem na internet, portanto, devem utilizá-los para integrar produtos, estoque e preços nos diferentes canais de venda. 

O Bling!, por exemplo, é um ERP na nuvem voltado para micro e pequenos empreendedores. 

Sem a necessidade de contratar uma infraestrutura para utilizá-lo e com uma plataforma muito intuitiva, ele contribui para que seus usuários agilizem seu ingresso nos principais marketplaces do mercado. 

Na prática, além de ajudar a aumentar as vendas, através de marketplaces, os empresários que utilizam o Bling! conseguirão organizar seu departamento financeiro, logístico e jurídico, para se desenvolver sustentavelmente.  

O sistema ainda conta com vários módulos, para acompanhar fluxo de caixa, pagamentos e recebimentos, emitir nota fiscal, bem como fazer todo o acompanhamento logístico – do despache até a entrega do produto na casa do consumidor. 

Enfim, esse ERP na nuvem aumenta a capacidade de crescimento do lojista, uma vez que contribui para o aumento da produtividade e o controle de riscos. 

Escolha o Bling! e, com um baixíssimo investimento, comece a vender seus produtos no B2W Marketplace, bem como nos outros e-commerces que também seguem esse modelo de marketplace.